A Perseverança do Cristão

Perseverança significa pertinácia, teimosia, constância, firmeza. Lucas escreve que quando os apóstolos em Jerusalém receberam notícias de Antioquia enviaram para lá Barnabé “o qual, quando chegou e viu a graça de Deus, se alegrou, e exortava todos a perseverarem no Senhor com firmeza de coração.” (At 11.23).

Paulo exalta a igreja de Tessalónica pela sua fé, seu amor prático, e sua firme esperança, deste modo: “lembrando-nos sem cessar da vossa obra de fé, do vosso trabalho de amor e da vossa firmeza de esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai.” (1 Ts 1.3). Assim, pois, irmãos, estai firmes e conservai as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa. (2 Ts 2:15).

E aos cristãos em Corinto aconselha: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” (1 Co 15:58). E mais adiante diz: “Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente, sede fortes.” (1 Co 16:13).

Aos da Ásia aconselhou: “Cristo libertou-nos para a liberdade; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jogo de escravidão.” (Gl 5:1). “Revesti-vos de toda a armadura de Deus  para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; … Portanto tomai toda a armadura de Deus para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes.” (Ef 6:11,13). “Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade e vestida a couraça da justiça, e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz, tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.” (Ef 6.14–16).Aos filipenses na Europa Paulo aconselha: “Somente portai-vos de modo digno do evangelho de  Cristo para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que permaneceis firmes num só espírito, combatendo juntamente com uma só alma pela fé do evangelho.” (Fl 1:27).

Pedro aconselha a Igreja universal desta maneira: “Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.” (1 Pd 5:8,9). Pedro pede também aos seus leitores para se protegerem dos maus mestres e não enfraqueçam na firmeza, (2 Pd 3.17).

Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.