A MARCA DA SALVAÇÃO

Alef Tav   CURIOSIDADES DA LÍNGUA HEBRAICA

   Ezequiel 9:4–6

Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.”

Deus mandou marcar os homens que demonstrassem dor pelo estado de Israel. Essa marca era o t (Tav) e o vocábulo do verbo marcar é tyvt (Tavit). O alfabeto hebraico começa com a (Alef) e termina com t (Tav). O t (Tav) na forma antiga tem a forma de cruz e representa a cruz.

Quem tivesse o sinal t (Tav) ficava livre da condenação. O pecado de Alef a Tav (at) é total, e carecia de reparação total de Alef a Tav, (at). Um nome para Deus é ‘Verdade’, que em hebraico é tma (Amet), primeira, mediana e última letras do alfabeto hebraico, da direita para a esquerda. A do meio corresponde ao M inicial da palavra Mashiah, (Messias) que se refere a Cristo. Jesus é o Cordeiro de Deus que veio para tirar o pecado do mundo de Alef a Tav, (at) primeira e última letras do alfabeto hebraico.

Portanto, Jesus é o sacrifício perfeito para satisfazer a exigência total pelo pecado. Ele é o Alfa e o Omega (AW). A ideia vem de Êxodo 12.23,24 que diz: “Porque o SENHOR passará para ferir aos egípcios, porém quando vir o sangue na verga da porta, e em ambas as ombreiras, o SENHOR passará aquela porta, e não deixará o destruidor entrar em vossas casas, para vos ferir.  Portanto guardai isto por estatuto para vós, e para vossos filhos para sempre.”

A marca do sangue do cordeiro os livraria da morte. Essa marca foi transformada em Alef e Tav, (at) E em Apocalipse 7.3–5 lemos de 144 mil assinalados de todas as tribos de Israel. Apoc. 9.4 ordena que não façam mal aos que têm o selo de Deus. É a marca simbólica do sangue.

Apoc. 14.1 demonstra que os marcados estarão com o Cordeiro sobre o monte de Sião porque têm na testa o nome dele e de seu Pai. Esse nome é o selo de Deus para garantir a sua propriedade: No Antigo Testamento é at (alef e tav), e no Novo Testamento é AW (alfa e omega). Pois, Apoc. 14.4 indica que aqueles marcados foram comprados para Deus e para o Cordeiro. Apoc. 22.4 assegura que estes verão o seu rosto, e na sua testa estará o seu nome: at = AW.

Mas, em Ef. 1.13,14 e 4.30 diz que os crentes estão selados para o dia da redenção. Em Apoc. 3.12 também informa os vencedores da igreja de Filadélfia que receberão a marca do seu nome. Ora, Jesus apresentou-se como o Alfa e o Ómega (AW) em Apoc. 1.8,17; 2.8; 21.6; 22.13. E Apoc. 1.17 condiz com Isaías 41.4, e 44.6 que diz: “Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.”

O primeiro e o último significa o único que satisfazia a lei de A a Z, ou de A a T, equivalente a Alfa e Ómega. A lei foi escrita com todas as letras do alfabeto hebraico de Alef a Tav. Jesus cumpriu toda a Lei de A a T com a sua morte na cruz a fim de nos salvar.

O antigo tav, manual, era semelhante a uma cruz: 

Conclusão

Por conseguinte, visto o t (Tav) ser semelhante à cruz, esta tornou-se a marca da nossa salvação. É aos pés da cruz que todos ficamos libertos do pecado e da condenação, e recebemos a vida eterna.

Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline